Assessoria Esportiva

Educação Física e Saúde

Por: JOÃO FERNANDO BRINKMANN DOS SANTOS

A Educação Física é uma profissão altamente relacionada à promoção de saúde, que por sua vez remete a um conceito mais abrangente do que o de simplesmente a ausência de doenças – engloba o bem-estar físico, mental e social. Nesse contexto, destacam-se os esforços no combate ao sedentarismo, que ao lado de outros fatores como hipertensão arterial, hipercolesterolemia, tabagismo, diabetes e obesidade, aumenta sobremaneira o risco de desenvolvimento de coronariopatias. 

Por volta da década iniciada em 1980 tornou-se evidente que o sedentarismo deveria ser uma das principais preocupações da saúde pública, visto que dele decorrem outros comportamentos inadequados à implementação e manutenção de um estilo de vida condizente com um estado de completo bem-estar. Diversas contribuições científicas passaram a evidenciar a importância da prática de atividade física por no mínimo 30 minutos, 4 vezes por semana, com a intensidade (após uma possível adaptação inicial) acima do que é considerado leve. Nesse período histórico foram produzidos muitos estudos epidemiológicos evidenciando os diversos benefícios atrelados ao estilo de vida ativo – como por exemplo: diminuição do risco de morte prematura e de doença cardíaca, redução do risco de desenvolvimento de diabetes do tipo II e pressão arterial alta, manutenção de adequada composição corporal e densidade óssea, viabilização de músculos e articulações saudáveis, desenvolvimento de melhores hábitos alimentares e promoção do bem-estar psicológico. 

Algo importante a ser salientado é a ponderação do American College of Sports Medicine de que a prática de atividade física é benéfica mesmo que não sejam seguidas as recomendações mínimas ideais – visto ser, mesmo assim, importante fator relacionado à adoção de um estilo comportamental benéfico à saúde, como maior preocupação com a alimentação, ingestão de líquidos e diminuição ou supressão de hábitos como o tabagismo ou o de ingestão de bebidas alcoólicas. 

Como as atividades físicas associam-se ao dispêndio energético acima dos níveis de repouso, e eventuais exercícios requerem o estabelecimento de metodologias condizentes com os objetivos de cada indivíduo, a busca por profissionais da Educação Física compreende uma importante decisão a ser considerada pensando na integridade e saúde da população.

gallery/joaopb
INSTITUTO LIMIAR2